Colecionadores Escoteiros

Alerta Escoteiros!

Falar sobre colecionadores escoteiros não é novidade nenhuma para nós, afinal no movimento temos inúmeros distintivos, lenços, souvenirs, entre outros, e é mais do que normal que surja o interesse de alguns em manter viva parte dessa história.

De certa maneira quase todos nós somos pequenos colecionadores, pois costumamos guardar o lenço que trocamos no acampamento ou o distintivo que recebemos na atividade… Mas tem gente que leva isso bem a sério e possui enormes coleções com distintivos do mundo todo!

Imagem do Jornal Folha do Alto Vale

Um exemplo disso é o Mestre Pioneiro Rafael Luiz Ferreira(33 anos) de Florianópolis – SC, mas que a alguns meses está em Rio do Sul – SC no Grupo Escoteiro Mafeking. Ele já faz parte do movimento escoteiro desde 1986 e atualmente possui uma coleção com mais de 1600 distintivos, sendo uma das maiores do estado.

Para aumentar sua coleção, existem algumas maneiras de você conseguir os itens que busca. No caso de Rafael, ele opta pela troca: “Eu não costumo comprar os distintivos, minha forma de colecionador é a troca. Nossa principal ferramenta de conexão é a internet, mais precisamente o Facebook, onde mantemos o Clube CoBras – Colecionadores Brasileiros. Trata-se de um clube virtual de livre associação para escoteiros, bandeirantes, antigos escoteiros, antigas bandeirantes e interessados no movimento escoteiro, onde trocamos ideias e local onde os interessados em colecionar fazem as trocas”, explica. Outro forte aliado são os Correios, que tem a forma mais fácil e segura para efetuar as trocas.

Uma das coisas mais bacanas de se colecionar distintivos, é o fato de cada um deles ter uma história para contar: “Eu tenho peças raras dos anos 50, 60 e 70, que não vendo e nem troco. Além do valor sentimental, há uma riqueza histórica muito grande. Eu costumo dizer que todo escoteiro é um colecionador, porque ao longo dos anos, cada integrante vai conquistando distintivos pela progressão pessoal, que obtêm dentro do grupo, durante a vida escoteira. Mas não coleciono apenas esses, guardo aqueles que marcaram eventos dos clubes, todos com datas e marcos importantes”

Uma das maneiras que Rafael encontrou de passar adiante a sua coleção, foi digitalizando ela e postando num albúm online para divulgar a todos os interessados: “Tanto na mídia como em outros espaços eu ainda vejo o escotismo bastante escondido e há nele detalhes muito importantes que podem ser estudados. Eu estou sempre incentivando outros colecionadores a fazerem a divulgação também, para que essa historia não se perca ao tempo. O escotismo esta presente em 200 países, já fiz contato com asiáticos, americanos e pessoas de diversos outros lugares. Colecionar promove o espírito de fraternidade, o conhecimento de novas culturas e lugares. É um intercâmbio muito interessante. Eu vou continuar colecionando e se algum dia, quando eu estiver com mais idade não tiver mais como continuar, vou doar a minha coleção para alguém que sinta ter a mesma vontade e entusiasmo que eu tenho”, completou.

Para acessar o albúm de Rafael basta clicar aqui ->ALBUM VIRTUAL

COBRAS

Vale ressaltar ainda a existência aqui no Brasil do COBRAS – Colecionadores Brasileiros de Distintivos Bandeirantes e Escoteiros, que é um clube virtual de livre associação para escoteiros, bandeirantes, antigos escoteiros, antigas bandeirantes e interessados no movimento escoteiro.

Se você tem interesse em começar sua coleção, ou já possui uma é quer expandi-lá, acesse o blog do COBRAS -> BLOG DO COBRAS

Além disso, será realizado no dia 13 de janeiro de 2011 o 1° Encontro de Colecionadores Escoteiros do Brasil o “EnCoBras“, na cidade de Curitiba- PR as 19:00 horas na Sede do Grupo Escoteiro Santos Dumont – 20°/PR, localizado na Rua Francisco Rocha, 747, Bairro Batel, (pátio do Colégio Estadual Júlia Wanderley).

Para os interessados, é possível também fazer trocas pelo Orkut:

COMUNIDADE COLECIONADORES ESCOTEIROS
COMUNIDADE LENÇOS ESCOTEIROS (Coleção)
COMUNIDADE SCOUT BADGE TRADERS
COMUNIDADE CLUBE COBRAS

———————————————————————————-

Crédito: Trechos da matéria publicada pela repórter Liana Trevisan no Jornal Folha do Alto Vale – Novembro de 2010.

Anúncios

4 Respostas para “Colecionadores Escoteiros

  1. Eu tenho minha humilde coleção de lenços trocados em acampamentos e distintivos de minha trajetória… é legal olhar para um deles e relembrar todas as felicidades daquele dia…

  2. ameiiiiiiiiiiiiiiii o post… ainda mais vendo distintivos que eu troquei com o RAFA… adorei… mt legal

  3. Grande Cesar, adorei a reedição da matéria, muito obrigado pela sua contribuição para a causa. Esse blog é um excelente espaço para divulgar a belíssima cultura do nosso movimento escoteiro. Muito obrigado e meu GRATO, GRATÍSSIMO.

    Sempre Alerta para SERVIR Y

  4. Olá. Meu nome é Jimena. Fui bandeirante por 20 anos e tenho alguns distintivos escoteiros. Gostaria de contatar com o Rafael Luiz Ferreira.[ jimena.udesc@gmail.com]. Moro em Florianópolis, Aguardo.Obrigada. Jimena

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s